Acostumados a encontrar buracos negros imensos no centro de grandes galA?xias, astrA?nomos da Nasa encontraram um buraco negro supermassivo, pesando pelo menos 17 bilhA�es de sA?is, no centro de uma galA?xia medA�ocre em uma A?rea perifA�rica do universo. Observado com o telescA?pio Gemini, a aposta A� de que esses verdadeiros monstros do cosmos sejam mais comum do que se imagina nesses locais.

Buracos negros supermassivos, aqueles com 10 bilhA�es de vezes a massa do Sol, costumam ser encontrados em galA?xias grandiosas, em A?reas da universo muito povoados por outras galA?xias. O buraco negro recordista atA� entA?o pesa cerca de 21 bilhA�es de sA?is e fica no aglomerado de galA?xias Coma, aglomerado esse que contA�m mil galA?xias.

O anA?ncio foi feito na manhA? do dia 6 de abril e deixou muitos pesquisadores encantados. O descobridor principal do buraco negro, Chung-Pei Ma da Universidade da CalifA?rnia, contou que a galA?xia chama-se NGC 1600. Ela A� elA�ptica e estA? em um grupo muito pequeno de galA?xia: sA?o pelo menos 20 galA?xias localizadas em uma A?rea afastada e pouco povoada do universo. A probabilidade de encontrar algo do tipo era bem remota e a Nasa estA? bastante surpresa.

a�?HA? poucas galA?xias do tamanho da NGC 1600 que residem em grupo de galA?xias mA�dias. NA?s estimamos que esses grupos menores sA?o cerca de 50 vezes mais abundantes do que o aglomerado de galA?xias espetaculares como o de Coma. Portanto, a questA?o agora A� a�?Essa A� a ponta do iceberg?a��. Talvez hA? mais buracos negros monstruosos lA? fora, que nA?o vivem em um aranha cA�us em Manhattan, mas em um edifA�cio alto em algum lugar nas planA�cies do meio-oestea�?, conta Ma.

Este buraco negro A� cerca de 10 vezes mais massivo do que a previsA?o para buracos negros em galA?xias desse porte. Com a ajuda do telescA?pio Hubble, os astrA?nomos desenvolveram uma relaA�A?o entre a massa do buraco negro e a massa do bojo (nA?cleo ou regiA?o central) de sua galA?xia hospedeira; quanto maior a protuberA?ncia da galA?xia serA? proporcionalmente maior a massa do buraco negro. A massa do buraco negro da CG 1600 A� muito maior do que o bojo da galA?xia. Ma admite que essa relaA�A?o nA?o funciona para buracos negros supermassivos.

A hipA?tese dos pesquisadores A� de que esse buraco negro A� fruto de uma junA�A?o entre buracos negros em algum tempo do universo, quando a interaA�A?o entre galA?xias era mais frequente. Quando as galA?xias se fundem, seus buracos negros centrais se fundem em um A?nico nA?cleo de uma galA?xia nova. A interaA�A?o gravitacional faz com que os buracos negros movam-se lentamente para se fundirem. a�?Para tornar-se um buraco negro enorme, houve uma fase muito voraz durante o qual ele devorava lotes de gA?sa�?, comenta Ma.

Fonte: Nasa