Star Wars chegou aos cinemas no último dia 17 de dezembro, um baita presente de fim de ano nostálgico e belo. A Disney caprichou nas representações de universo, que são até bem fieis. Confira a compilação dos detalhes captados pela Agência Espacial Americana e fique por dentro da ciência envolvendo o sétimo episódio de Star Wars.

Triagem do espaço, Tatooine e droids.

No mundo real há droids e motores iônicos assim como no filme. Temos planetas que orbitam dois sois como Tatooine e uma lua que, estranhamente, se assemelha a Estrela da Morte da saga. Além disso, a Disney enviou para a Estação Espacial uma cópia do filme para que os astronautas pudessem assistir em órbita. O astronauta Scott Kelly mal podia esperar:

 

O astronauta Kjell Lidgren notou a semelhança entre a estação espacial e um pôster temático de uma missão Jedi e até conversou com o StarWars.com sobre isso. Antes de voltar para terra firme, ele tuitou sobre a semelhança da cúpula da estação com o cockpit de um lutador imperial TIE:

 

 

Os droids que a galáxia procura

717489main_8347233104_093f3c4614_o_full_full

A Nasa trabalha com robôs itinerantes que exploram todo o sistema solar, e, inclusive, o Robonaut 2 é quase um R2-D2 de Star Wars.

Ele foi lançado em 2011 e está trabalhando juntamente com humanos a bordo da Estação Espacial Internacional e pode ajudar com tarefas e missões muito perigosas para astronautas humanos. Uma versão anterior do Robonaut tinha uma leve semelhança facial com o caçador de recompensas Boba Fett do filme.

Outro droid da Nasa foi inspirado diretamente em um robô da saga. Em 1999, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) apresentou para seus alunos os filmes de Star Wars gravados em 1977. Uma das cenas mostrava Luke Skywalker aprendendo habilidades do sabre de luz em lutas com droides flutuantes telecomandados pela nave Millenium Falcon. Algum tempo depois, o MIT construiu esferas experimentais que funcionavam como satélites. Foram fabricadas originalmente para fazer pequenos testes aleatórios nas naves.

iss042e046204

 

Parece uma Estrela da Morte, mas é apenas uma Lua de Saturno

converted PNM file

converted PNM file

As vezes, quando vemos algumas imagens da Nasa, temos a impressão de ver coisas tiradas diretamente do mundo de Star Wars. Uma delas é Mimas, lua de Saturno, que estranhamente se parece com a Estrela da Morte. A similaridade se dá por conta da cratera Herschel que cria uma semelhança com a estação de batalha imperial. Esta imagem foi feita com câmeras acopladas a sonda Cassini.

Este aqui é o ‘Sabre de Luz Cósmico’ capturado pelo Hubble. Trata-se de um complexo de nuvens moleculares localizado a 1350 anos-luz de distância.

0105-4x5color.ai

A nossa galáxia também conta com um mundo que orbita dois sóis. Kepler-16b foi confirmado em 2011 e se assemelha muito a Tatooine, um planeta de Star Wars que também orbita dois sóis.

587854main_Kepler16_planetpov_art_full

Agora é aproveitar o filme e esperar pelo episódio VIII – e pelas próximas coincidências gritantes.

Fonte: Nasa