Se fosse possível criar um buraco que atravessasse o planeta, supondo, daqui do Brasil, até do outro lado do mundo (China, por exemplo) como a gravidade agiria? Quer dizer, a gravidade puxa a gente pra baixo, então se cairmos no buraco vamos parar na China… mas na China a gravidade é oposta.. então o que aconteceria?

Lembremos que a Terra possui um núcleo líquido em seu interior. Se, porém, fosse possível fazer tal buraco e:

1) caso não existisse qualquer outra força, exceto a força gravitacional, sendo exercida no corpo abandonado na boca do túnel que atravessa o planeta diametralmente o comportamento seria o seguinte: o corpo cairia com velocidade crescente até o centro do planeta e portanto lá chegaria com uma grande velocidade ou grande energia cinética. Dali em diante seguiria se afastando do centro do planeta, sendo freado. Atingiria então a outra ponta do túnel no outro lado do planeta e novamente cairia em direção ao centro e assim por diante. Ou seja, ficaria oscilando dentro desse túnel gigantesco.

Esse movimento oscilatório seria um Movimento Harmônico Simples, mas somente se a distribuição de massa no planeta fosse uniforme (não é o caso da Terra, que possui nas camadas mais internas, maior densidade). Para um planeta com a massa da Terra e com o raio da Terra, com massa uniformemente distribuída, o corpo atingiria a velocidade de cerca de 8 km/s (quase 30.000 km/h) ao chegar ao centro da Terra. Viajaria de um lado para o outro da Terra em cerca de apenas 42 minutos!

2) caso existisse força dissipativa (por exemplo, força de resistência do ar sobre o corpo) ele cairia e, depois de executar um movimento difícil de prever em detalhes (um movimento oscilatório amortecido), acabaria finalmente parando num ponto onde a intensidade do campo gravitacional fosse nula.

Para um planeta esférico, com distribuição uniforme de massa, o ponto terminal dessa oscilação amortecida pela força de resistência do ar dentro do túnel é o centro geométrico do planeta.

Texto escrito por Professor Fernando Lang da Silveira (IF-UFRGS)