A NASA tem nos enchido de belas imagens de Plutão tiradas, em alta resolução, pela sonda New Horizons. Através dessas imagens, conseguimos analisar os seus detalhes topográficos e de composição, sem falar nas suas cores estonteantes. As novas imagens do planeta liberadas pela  NASA mostram cada vez mais esses detalhes, deixando os amantes da astronomia sem  fôlego

A imagem abaixo mostra uma paisagem de Plutão cheia de ondulações e cristas lineares. “É uma paisagem única e desconcertante que se estende por centenas de milhas” diz William McKinnon, do Tratamento Geológico e Geofísico de Imagens da New Horizons (GGI, em inglês).

“Parece mais escalas de casca de árvore ou dragão do que geologia. Isso realmente vai levar tempo para descobrir; talvez seja alguma combinação de forças tectônicas internas e sublimação do gelo impulsionados por uma tênue luz solar em Plutão”. A imagem foi batizada de ‘pele de cobra’, uma compilação de dados e imagens enviadas pela sonda nos últimos dias.

snakeskin_detail

Agora, o que encanta mesmo são as cores de Plutão. A imagem abaixo foi tirada pela Câmera Visual de Imagens Espectrais (CIVM, em inglês) acoplada a New Horizons. “Cores da superfície de Plutão foram reforçadas a fim de revelar detalhes sutis em um arco-íris de azuis pálidos, amarelos, laranjas e vermelhos profundos.

Muitos acidentes geográficos têm suas próprias cores distintas, contando uma história geológica e climatológica maravilhosamente complexa que nós apenas começamos a decodificar”, disse John Spencer, da Southwest Research Institute (SwRl), do Colorado.

pmap_pmc195_8092-shenk (1)

 

A imagem abaixo revela o que parecem ser dunas em Plutão; a imagem foi capturada pelo Long Range Reconnaissance Imager (Lorri) e é uma compilação de seis dias de coleta de imagens feita com a mais alta resolução disponível. Algumas das dunas têm picos salientes e algo semelhante a uma areia vermelha, que cobre o solo ao redor.

lorri_rider

A próxima imagem mostra as formações chamadas Sputinik Planum com uma superfície de solo um pouco mais lisa. Os cientistas acreditam que elas sejam formadas por partículas brilhantes de gelo volátil, mas, também há a possibilidade do Sputinik ser fruto da sublimação e da formação do terreno ondulado.

detail_lorri_rider

Novos dados técnicos

A New Horizons também enviou dados suficientes para a construção de um mapa de gelo de metano que recobre a superfície do planeta. Os dados mostram que as formações Sputinik Planum tem metano em abundância enquanto que outros lugares e formações geológicas tem pouco ou nenhum metano.

A distribuição de metano na superfície de Plutão é algo variado. Eles ainda tentam responder algumas questões sobre o favorecimento do metano nas áreas mais claras do planeta e sua condensação.

Fonte:Nasa