Em comemoração ao mês do arquivo americano, a Agência Espacial Americana (NASA), lançou seis imagens espetaculares do arquivo Chandra.

O Observatório de raios-X Chandra foi lançado e implementado a partir do vaivém do ônibus espacial Columbia, em 23 de julho de 1999. Desde então, o Chandra coletou dados sobre milhares de objetos cósmicos, como pulsares, supernovas, nuvens de gás interestelar e galáxias. A Nasa espera que, liberando estas imagens para o público e a comunidade científica, ele irá inspirar novas perspectivas e servir de inspiração para futuras explorações.

As imagens podem demorar horas, e em alguns casos dias, para serem capturados. Eles são visualizados utilizando uma combinação de ondas de luz, raios-X e ondas de rádio.

Abaixo está a imagem da W44, também conhecido como G34.7-0.4, que é um remanescente de supernova em expansão que está interagindo com o material cósmico denso em torno dela.

These six images represent the potential for new images and discoveries housed in the Chandra Data Archive. To celebrate October as American Archive Month, these images - which include supernova remnants, pulsars, black holes, and clusters of galaxies - are being released. Each image represents data that are available to both the professional scientific community as well as the general public.

Crédito da imagem: Raio-X: NASA / CXC / Univ. da Geórgia / R.Shelton & NASA / CXC / GSFC / R.Petre; Infrared: NASA / JPL-Caltech

Em seguida imagem é a SN 1987A, a supernova mais brilhante e mais próxima da Terra. Esta imagem mostra o resultado da explosão de uma supernova, que ocorre quando uma estrela esgota seu combustível e, em seguida, lança suas camadas mais externas para o espaço, criando esta imagem fascinante.

These six images represent the potential for new images and discoveries housed in the Chandra Data Archive. To celebrate October as American Archive Month, these images - which include supernova remnants, pulsars, black holes, and clusters of galaxies - are being released. Each image represents data that are available to both the professional scientific community as well as the general public.

Crédito da imagem: Raio-X: NASA / CXC / PUS / E.Helder et al; Óptico: NASA / STScI

A terceira imagem mostra a Kesteven 79, outro remanescente de uma explosão de supernova. Este, no entanto, ocorreu há milhares de anos.

These six images represent the potential for new images and discoveries housed in the Chandra Data Archive. To celebrate October as American Archive Month, these images - which include supernova remnants, pulsars, black holes, and clusters of galaxies - are being released. Each image represents data that are available to both the professional scientific community as well as the general public.

Crédito da imagem: NASA / CXC / SAO / F.Seward et al, Optical: DSS

Em seguida vem o MS 0.735,6 + 7421, um aglomerado de galáxias, onde ocorreu uma das erupções mais poderosas já observados pela humanidade.

These six images represent the potential for new images and discoveries housed in the Chandra Data Archive. To celebrate October as American Archive Month, these images - which include supernova remnants, pulsars, black holes, and clusters of galaxies - are being released. Each image represents data that are available to both the professional scientific community as well as the general public.

Crédito da imagem: NASA / CXC / Univ. de Waterloo / A.Vantyghem et ai; Óptico: NASA / STScI; Rádio: NRAO / VLA

Na quinta imagem, vemos o aglomerado de galáxias 3C295. A área de coloração rosa é o gás superaquecido e as regiões amarelas são galáxias individuais. Os aglomerados de galáxias como este, contém enormes quantidades de matéria escura, que mantêm o gás quente (rosa) e as galáxias (amarelo) juntas.

These six images represent the potential for new images and discoveries housed in the Chandra Data Archive. To celebrate October as American Archive Month, these images - which include supernova remnants, pulsars, black holes, and clusters of galaxies - are being released. Each image represents data that are available to both the professional scientific community as well as the general public.

Crédito da imagem: Raio-X: NASA / CXC / Cambridge / S.Allen et al; Óptico: NASA / STScI

Por último, mas não menos importante, temos a “Nebulosa da guitarra”, que contém um pulsar chamado oficialmente de B2224 + 65. Este pulsar está viajando a uma velocidade extremamente alta de aproximadamente 800 quilômetros por segundo.

These six images represent the potential for new images and discoveries housed in the Chandra Data Archive. To celebrate October as American Archive Month, these images - which include supernova remnants, pulsars, black holes, and clusters of galaxies - are being released. Each image represents data that are available to both the professional scientific community as well as the general public.

Crédito da imagem: Raio-X: Telescópio Hale NASA / STScI & Palomar Observatory 5 m: NASA / CXC / UMass / S.Johnson et al, Optical

No site da NASA, você pode obter maiores detalhes sobre cada imagem disponibilizada.