A NASA irá revelar os detalhes no início de fevereiro sobre seus planos de ir novamente para a Lua, por conta da divulgação dos dados públicos do seu pedido de orçamento para 2019.

Em dezembro, o presidente Trump assinou a Diretiva da Política Espacial 1, encarregando a NASA de retornar com humanos à Lua em vez de prosseguir com o projeto Journey to Mars, da administração anterior .

Todavia, ainda não foram divulgados quaisquer detalhes de como será feito este projeto. Atualmente, a NASA está construindo um novo foguete, o Space Launch System (SLS) e uma cápsula de tripulação chamada Orion, onde desempenharão uma parte desta missão. Nos planos, consta a construção de uma Estação Espacial perto da Lua, chamada Deep Space Gateway.

Nenhum plano foi divulgado ainda sobre alguma espécie de base lunar , nem sobre a possibilidade de um projeto voltado à exploração da Lua. Sabemos pouco ainda sobre o que o novo programa lunar irá implicar, salvo para mudar o destino a curto prazo da NASA de Marte para o nosso satélite natural.

Concepção artística do Deep Space Gateway.

Semana passada ocorreu o Fórum espacial civil do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS), onde o administrador interino da NASA, Robert Lightfoot, mencionou que no próximo orçamento FY2019, esperado para ocorrer dia 5 de fevereiro ou em uma data próxima, durante a conferência seria revelado alguns detalhes a mais sobre.

Assim como em toda presidência, quando o orçamento entrar em vigor, se será apenas um ano até a próxima eleição presidencial. Se o Trump não for reeleito na próxima eleito, uma nova administração poderia facilmente alterar todas essas decisões novamente – como aconteceu muitas vezes anteriormente.

O plano durante o governo Obama e o administrador da NASA Charlie Bolden, o projeto Journey to Mars, que foi mencionado anteriormente, tinha o objetivo de realizar alguns vôos de teste  da cápsula Orion na órbita terrestre antes de ir para Marte. Isso poderia ter incluído alguma espécie de estação Espacial na órbita de Marte até o ano de 2030, seguido de viagens tripuladas até o final da década de 2030. 

Agora, a NASA tem a chance de revelar seus planos de como iremos voltar para a Lua, felizmente em algumas semanas, então valerá a pena esperar!

Referências:

NASA, NASA, Space