Quando colocado num copo com água, o efervescente vai imediatamente para o fundo. Depois de dissolvido mais da metade, ele sobe e flutua na superfície da água. Qual a explicação física para este fato?

O comprimido efervescente, em contato com água, produz uma reação química que libera gás carbônico (as bolhas que vemos subir). Parte do gás carbônico liberado fica aderido (adsorvido é o termo técnico) ao restante do comprimido que ainda não reagiu e não se dissolveu. Dessa forma a densidade média desse conjunto, constituído pelo que resta de comprimido juntamente com as bolhas de gás carbônico adsorvido, é inferior à densidade da água e então flutua (um corpo flutua se a sua densidade média é inferior à da água).

Um experimento muito interessante consiste em colocar em um copo água mineral com gás (ou dissolver um comprimido efervescente em um copo com água) e depois largar lá dentro bolinhas de naftalina (dessas utilizadas como anti mofo).

A naftalina adsorve o gás carbônico que está na água, incorporando bolhinhas na sua superfície, e com isso a sua densidade média diminui e ela flutua. Ao atingir a superfície livre da água, a naftalina libera o gás carbônico e a seguir afunda, ficando assim muito tempo subindo e descendo dentro da água, até que a concentração de gás carbônico diminua bastante.

Texto escrito por Prof. Fernando Lang da Silveira  (IF-UFRGS)

———————-

Ciência e Astronomia é um projeto sem fins lucrativos com o objetivo de divulgar, compartilhar e promover informações e novidades dos diversos campos da ciência e da astronomia, bem como incentivar o interesse e estudo destas áreas no Brasil.

O projeto se encontra nas diversas plataformas, onde divulgamos conteúdo educativo e científico para um público majoritariamente jovem. Estamos no Facebook , onde são postadas notícias, curiosidades e links, além de termos um canal no Youtube, em que são feitas transmissões ao vivo de eventos astronômicos , como eclipses, chuvas de meteoros e ocultações de planetas .

As transmissões acontecem todos os sábados, sempre às 20:00 (horário de Brasília), geralmente com a presença de convidados falando sobre ciência.